Amor vivo
Language: Portuguese (Português) 
Amar! Mas dum amor que tenha vida...
Não sejam sempre tímidos harpejos,
não sejam só delírios e desejos
duma doida cabeça escandecida...

Amor que viva e brilhe! Luz fundida
Que penetre o meu ser - e não só de beijos
dados no ar - delírios e desejos -
mas amor... dos amores que têm vida...

Sim, vivo e quente! E já a luz do dia
não virá dissipá-lo nos meus braços
como névoa de vaga fantasia...

Nem murchará o sol à chama erguida...
Pois que podem os astros dos espaços
contra uns débeis amores...se têm vida?

Authorship

Musical settings (art songs, Lieder, mélodies, (etc.), choral pieces, and other vocal works set to this text), listed by composer (not necessarily exhaustive)


Researcher for this text: Emily Ezust [Administrator]

This text was added to the website: 2010-08-01
Line count: 14
Word count: 96