by João de Deus Ramos (1830 - 1896)

Amores, amores
Language: Portuguese (Português) 
Não sou eu tão tola 
Que caia em casar; 
Mulher não é rola 
Que tenha um só par: 
    Eu tenho um moreno, 
Tenho um de outra cor, 
Tenho um mais pequeno, 
Tenho outro maior. 

Que mal faz um beijo, 
Se apenas o dou, 
Desfaz-se-me o pejo, 
E o gosto ficou? 
    Um deles por graça 
Deu-me um, e, depois, 
Gostei da chalaça, 
Paguei-lhe com dois. 

Abraços, abraços, 
Que mal nos farão? 
Se Deus me deu braços, 
Foi essa a razão: 
    Um dia que o alto 
Me vinha abraçar, 
Fiquei-lhe de um salto 
Suspensa no ar. 

Vivendo e gozando, 
Que a morte é fatal, 
E a rosa em murchando 
Não vale um real: 
    Eu sou muito amada, 
E há muito que sei 
Que Deus não fez nada 
Sem ser para quê. 

Amores, amores, 
Deixá-los dizer; 
Se Deus me deu flores, 
Foi para as colher: 
    Eu tenho um moreno, 
Tenho um de outra cor, 
Tenho um mais pequeno, 
Tenho outro maior. 

Authorship

Musical settings (art songs, Lieder, mélodies, (etc.), choral pieces, and other vocal works set to this text), listed by composer (not necessarily exhaustive)


Researcher for this text: Emily Ezust [Administrator]

This text was added to the website: 2017-07-01
Line count: 40
Word count: 158