3 Canções de Mário Quintana e Fernando Pessoa

Song Cycle by Ernesto Frederico (Sobrinho) Hartmann (b. 1970)

1. Leve, breve, suave [sung text not yet checked]

Leve, breve, suave
Um canto de ave
Sobe no ar com que principia
O dia.
Escuto e passou...
Parece que foi só porque escutei
Que parou.

Nunca, nunca, em nada,
Raie a madrugada,
Ou 'splenda o dia, ou doire no declive,
Tive
Prazer a durar
Mais do que o nada, a perda, antes de eu o ir
Gozar. 

Authorship:

Researcher for this text: Emily Ezust [Administrator]

2. Tenho dó das estrelas [sung text not yet checked]

Tenho dó das estrelas
Luzindo há tanto tempo,
Há tanto tempo...
Tenho dó delas.

Não haverá um cansaço
Das coisas.
De todas as coisas,
Como das pernas ou de um braço?

Um cansaço de existir,
De ser,
Só de ser,
O ser triste brilhar ou sorrir...

Não haverá, enfim,
Para as coisas que são,
Não a morte, mas sim
Uma outra espécie de fim,
Ou uma grande razão —
Qualquer coisa assim
Como um perdão?

Authorship:

Confirmed with Fernando Pessoa, Poesias, Lisboa: Ática, 1942 (15th edition: 1995), page 204.


Researcher for this text: Emily Ezust [Administrator]

3. Do amoroso esquecimento 

— This text is not currently
in the database but will be added
as soon as we obtain it. —

Authorship:

This text may be copyright, so we will not display it until we obtain permission to do so or discover it is public-domain.
Total word count: 133